Bruna Marquezine fez um post antirracista em seu Instagram na noite desta quarta-feira (01) e foi alvo de internautas sobre uma atitude da amiga Manu Gavassi, cuja permanência no “Big Brother Brasil 20” foi comemorada pela atriz com direito a lágrimas. Em uma conversa anterior com a médica Marcela, Manu disse que ela e o gaúcho Daniel, já eliminado do programa, eram “esteticamente agradáveis”. Ao responder o internauta, Bruna deixou claro que acreditava que Manu iria se arrepender do comentário. “Não tenha dúvidas de que, ao sair da casa, eu e todas as pessoas que a amam vão alertá-la do erro que cometeu. E conhecendo ela, seus princípios, seu caráter e seu desejo de evoluir sempre e se desconstruir sempre, sei que ela vai perceber o erro em sua fala, se arrepender, aprender e se desculpar”, iniciou a jovem. saiba mais Scooby reduz pensão e Piovani critica valor: 300 por filho Justus faz nova reflexão sobre covid-19 após polêmica ‘BBB 20’: formação de Paredão disputada coloca Prior, Mari e Manu na berlinda Gusttavo Lima faz show na sala de mansão e Andressa Suita exibe look: ‘Gata’ ‘Não vou rotular alguém por um único erro’, avalia Bruna Uma das famosas que mais agitou a web para que Prior fosse eliminado, Bruna ainda acrescentou que não iria abandonar Manu por conta da postura. “Agora o que vocês querem que eu faça é absurdo, que eu hostilize ou “cancele” ou torça contra uma amiga de anos nas redes sociais. Eu não vou e nem posso rotular alguém por um único erro. E o que terrível seria de minha parte fazer isso com uma irmã”, questionou a artista, completando: “Eu também não posso ser responsabilizada ou cobrada por cada erro de amigos meus. O meu papel como amiga e cidadã está sendo feito. E sobre esse post, eu não deveria me posicionar sobre um episódio terrível de racismo Deveria ignorar e me calar. Entenda a polêmica que motivou posicionamento de atriz! O post feito pela atriz faz parte de um movimento de diversas celebridades por conta de uma declaração de Rodrigo Branco. O ex-diretor de TV citou o reality global e disse que “torcer por Thelma é racismo” e que a médica só tem torcida porque “ela é negra, coitada”. Ele ainda citou Maju Coutinho. “Ela é péssima, é horrível. Eu assisti hoje e ela fala tudo errado. Ela só está lá por causa da cor”, disse Rodrigo, criticando a apresentadora do “Jornal Hoje”, que já havia sido alvo de ataque racista nas redes. “Ela não tem uma carreira, ela nunca foi repórter de campo, ela fala tudo errado e eu como diretor de TV, vou te falar, ela lê o TP errado”. Ver essa foto no Instagram Repost @jessicaellen “No basta no ser racista, preciso ser antirracista!” A frase Angela Davis fundamental para entender quem so os aliados no debate racial. O antroplogo Kabenguele Munanga classificou o racismo como "o crime perfeito”. Quem discrimina sai ileso e os negros continuam precisando se pronunciar a cada novo episdio. Estamos todos com medo do coronavrus, mas o racismo cotidiano no entra em quarentena. comum que pessoas negras sejam cobradas a responder pelo racismo que sofrem. Enquanto isso, o silncio dos supostos aliados tambm nos assassina. Ser antirracista chamar a responsabilidade pra si e convocar seus pares para enfrentarem juntos o projeto de extermnio que se alastra h mais de 500 anos. A questo racial estrutura as desigualdades socioeconmicas do Brasil. Silenciar diante do racismo legitimar que o sistema permanea intacto. Cida Bento chama isso de “Pacto Narcsico da Branquitude”. As evidncias aparecem diariamente: guia de turismo, cineastas, BBB, o extermnio acelerado da juventude negra. Se voc silencia diante dessas violncias, certamente no aliado na luta antirracista. A histria cobrar a todos, mas sobretudo aos que se calaram enquanto morremos e somos cruelmente violentados. No vamos retroceder, e muito menos, silenciar. Gritaremos. Reagiremos. "Se voc enfia uma faca de 22 centmetros em minhas costas e puxar quinze centmetros para fora, no haver progresso. O progresso vem quando se cura a ferida que o golpe fez. Eles nem comearam a puxar a faca. Eles no admitem que a faca est l.” – Malcolm X #potnciasnegras #naobastanaoserracista #temqueserantiracista #racismocrime #crimepunicaoja Uma publicao compartilhada por Bruna Marquezine (@brunamarquezine) em 1 de Abr, 2020 s 1:27 PDT Babu explica questões relacionadas ao racismo e web vibra: ‘Deu aula’ Ainda na tarde desta quarta-feira, Babu Santana conversou com as participantes do “BBB20” sobre questões relacionadas ao racismo. Um dos assuntos abordados foi a denominação usada no Brasil. “Pessoas de pele preta não eram chamadas de negro, eram mouros, africanos, qualquer coisa. Negro vem de ‘nigro’, do grego, que significa inimigo. Por isso que eu renego esse nome. Se você pegar no dicionário português, está escrito: ‘Que não remete luz, sinistro’. Não tem uma atribuição positiva para essa palavra”, justificou o ator. Confira parte do vídeo a seguir! Ver essa foto no Instagram Uma publicao compartilhada por Babu Santana (@babusantana) em 1 de Abr, 2020 s 1:23 PDT (Por Marilise Gomes) Marquezine reage à crítica contra Manu Gavassi em post antirracista. Entenda! 8 fotos ver galeria Bruna Marquezine rebate internauta que a alfinetou em post sobre racismo. Entenda em matéria nesta quinta-feira, dia 01 de abril de 2020 Foto: Divulgação, @iude / PurePeople Veja também: Romana Novais retoma rotina fitness e exibe shape após nascimento de Ravi assistir Romana Novais retoma rotina fitness e exibe shape após nascimento de Ravi assistir Ex-jogadores ingleses montam top 10 de artilheiros da Premier League assistir Os clubes brasileiros com mais conquistas no século 21 assistir Jornal escolhe as piores contratações da temporada na Espanha 0 comentários

Fonte: Terra




Comente







Posts Relacionados