Conselho do FCO aprova R$ 97 milhões para financiar novos empreendimentos em MS



Campo Grande (MS) Mais R$ 97 milhões em novos empreendimentos dos setores rural e empresarial de Mato Grosso do Sul vão receber recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste). O montante foi aprovado na manhã desta quarta-feira (12.02) na segunda reunião de 2020 do CEIF/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO) realizada na Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). Foram R$ 31.200.261,08 em cartas-consultas do FCO Empresarial e R$ 66.591.364,98 em cartas-consultas do FCO Rural, totalizando R$ 97.791.626,06. Entre os empreendimentos, destacam-se a implantação de um hotel em Porto Murtinho, no valor de R$ 3,5 milhões; construção de galpões para criação de matrizes avícolas em Sidrolândia, no valor de R$ 6,7 milhões e R$ 6 milhões em projetos para aquisição de equipamentos para geração de energia fotovoltaica, além da aquisição de máquinas e implementos agrícolas. A demanda continua bastante aquecida, principalmente no FCO Rural, com projetos focados na questão de máquinas e equipamentos, principalmente colheitadeiras. No âmbito do FCO Empresarial, nós temos uma sazonalidade normal para o período, com uma redução das demandas. Apesar disso, tivemos alguns projetos importantes, como uma nova indústria em Dourados e um hotel em Porto Murtinho. Esse último, já decorrente de toda ação do Governo em relação àquele município, com os novos terminais portuários e a Rota Bioceânica, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro, que preside o CEIF/FCO. Neste ano, Mato Grosso do Sul dispõe de R$ 2,011 bilhões, sendo R$ 1 bilhão para empreendimentos do setor Rural e R$ 1 bilhão para o Empresarial. Nosso foco continua nas micro e pequenas empresas. Nas próximas semanas, vamos iniciar uma ação com o Banco do Brasil, Sebrae e Faems, reunindo consultores e gerentes do Banco do Brasil no interior do Estado, apresentando às associações comerciais dos municípios as linhas de crédito do FCO para o segmento, acrescentou o titular da Semagro. Outra informação dada às entidades representadas no CEIF/FCO é de que continuam as tratativas junto ao Governo Federal para que os recursos do Fundo, que já estão alocados para serem administrados pelas cooperativas de crédito, possam, enfim, ser efetivamente utilizados. A gente espera que nos próximos dois ou três meses essa situação seja resolvida. Continuamos observando um comportamento de otimismo com a economia. Isso é representado pela quantidade de demandas, principalmente no rural. Acreditamos que, neste ano, quando a gente chegar no mês de agosto, setembro, já teremos aplicação de 100% do recurso, finalizou Jaime Verruck.   Marcelo Armôa – Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) Foto: Divulgação

Fonte: Governo do Estado do MS




Comente







Posts Relacionados