Venezuela adverte aeronave americana; EUA reclama de agressividade



Modelo da aeronave americana Navy EP-3E Aries II (REUTERS/Anthony P./File Photo/Reuters) A crise entre Estados Unidos e Venezuela invadiu o espaço aéreo. O Comando de Defesa Aeroespacial Integral (CODAI) da Venezuela fez uma advertência por causa de uma aeronave americana interceptada sobrevoando o território venezuelano. O exército do país de Donald Trump respondeu reclamando que um avião de guerra ofuscou “agressivamente” o avião modelo Navy EP-3 Aries II. Veja também MundoEstados Unidos sancionam mais quatro militares da Venezuela query_builder 19 jul 2019 – 18h07 MundoEUA impõem sanção contra agência militar venezuelana após morte de capitão query_builder 11 jul 2019 – 21h07 O encontro entre os aviões dos EUA e da Venezuela aconteceu na sexta-feira, mesmo dia em que a administração do presidente Trump anunciou sanções contra quatro oficiais de primeiro escalão da agência de contra-inteligência militar da Venezuela. Em um comunicado emitido neste domingo, o exército norte-americano afirmou que o “avião produzido pela Rússia agressivamente ofuscou o EP-3 a uma distância insegura, em espaço aéreo internacional, por um período de tempo prolongado, ameaçando a segurança da tripulação e prejudicando a missão do EP-3”. O governo venezuelano classifica o Navy EP-3 Aries II como uma aeronave de exploração e inteligência radioeletrônica. Os dois aviões não colidiram e ninguém ficou machucado no incidente. A administração Trump tem repetidamente usado sanções na tentativa de depor o presidente venezuelano Nicolás Maduro, cuja reeleição em 2018 foi considerada ilegítima pelos EUA e por muitas nações ocidentais. (Com Reuters)

Fonte: Veja




Comente







Posts Relacionados