Ação encerra ciclo de atividades educativas com crianças portadoras de diabetes tipo 1


Campo Grande, 03/08/2018 às 16:50 O Serviço de Referência em Diabetes Infantil (Seredi Kids) da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) de Campo Grande realiza neste sábado (4), às 8 horas, o encerramento do Ciclo de Atividades Educativas em Diabetes Mellitus tipo 1 (DM1), com ações educativas, caminhada, coffe-break  de frutas e muitas brincadeiras no Parque das Nações Indígenas (próximo ao lago).O Seredi Kids é oferecido no Centro de Especialidades Infantil (CEI) e atende crianças e adolescentes de até 16 anos 11 meses e 29 dias portadores de DM1 e tem por objetivo educar e convencer pacientes e familiares de portadores da doença a possibilidade de uma vida ativa, saudável e feliz, além de mobilizar para a prevenção de complicações associadas à Diabetes, que podem afetar na qualidade de vida do paciente.O Clico de Atividades Educativas é uma das ações desenvolvidas com os pacientes e familiares para sensibilizar quanto a importância do tratamento adequado da doença, bem como a alimentação saudável a fim de contribuir para a melhora da qualidade de vida.O Programa promove consultas ambulatoriais e atividades educativas mensais com equipe multiprofissional, ministradas por endocrinologista, enfermeiro, nutricionista, profissional de educação física, farmacêutico e psicólogo, além de possuir uma farmácia especializada na entrega de insumos pertinentes ao manejo do autocuidado, como glicosímetro, fitas de glicemia, lancetador, lancetas, caneta e seringa para aplicação de Insulina, Insulina NPH, Regular e Ultra-rápida.O Seredi Kids atende cerca de 230 pacientes de Campo Grande, com retorno mensal para entrega dos insumos. O acesso é por meio do encaminhamento do endocrinologista para o farmacêutico do Programa, onde o paciente é orientado e agendado para as consultas e atividades educativas.Diabetes Mellitus tipo 1
O desenvolvimento do diabetes tipo 1 pode ocorrer de forma rapidamente progressiva, principalmente, em crianças e adolescentes (pico de incidência entre 10 e 14 anos), ou de forma lentamente progressiva, geralmente em adultos, (LADA, latent autoimmune diabetes in adults; doença auto-imune latente em adultos). Esse último tipo de diabetes, embora assemelhando-se clinicamente ao diabetes tipo 1 auto-imune, muitas vezes é erroneamente classificado como tipo 2 pelo seu aparecimento tardio. Estima-se que 5-10% dos pacientes inicialmente considerados como tendo diabetes tipo 2 podem, de fato, ter LADA.Centro de Especialidades Infantil
O CEI está localizado na R. Manoel da Costa Lima, 3272, bairro Guanandy. Telefone: 3314-6026.

Fonte: Capital MS




Comente







Posts Relacionados