Documentário sobre presos da ditadura vence festival É Tudo Verdade


Foto: Divulgação/Muiraquitã Filmes / Pipoca Moderna A organização do É Tudo Verdade, o principal festival de documentários da América Latina, anunciou neste domingo (18/4) os vencedores da sua 26ª edição. Tanto “Os Arrependidos”, vencedor da Competição Brasileira de Longas, e “Presidente”, Melhor Filme da Competição Internacional, marcaram o evento com temas políticos. saiba mais Atriz de ‘Harry Potter’ morre de câncer aos 52 anos Melhores filmes de 2020 serão exibidos em festival online ‘Alvorada’ acompanha Dilma Rousseff durante impeachment Scorpion e Sub Zero lutam em cena inédita de “Mortal Kombat” Dirigido pelos jornalistas Armando Antenore e Ricardo Calil (“Narciso em Férias”), “Os Arrependidos” traz relatos de ex-militantes que, muito jovens, largaram tudo para arriscar a vida por uma causa, mas acabaram presos, torturados e usados como propaganda da ditadura militar. Já o “Presidente” de Camilla Nielsson mostra como Nelson Chamisa enfrentou a velha guarda nas eleições de Zimbábue. Entre os curtas, os premiados foram o brasileiro “Yaõkwa: Imagem e Memória”, de Rita Carelli e Vincent Carelli, e a coprodução entre Argentina e México “A Montanha Lembra”, dirigido por Delfina Carlota Vazquez. Os vencedores dos prêmios de longa-metragem terão novas exibições no dia 20 de abril, em programa duplo às 19h (“Presidente”) e às 21h (“Os Arrependidos”), na seção É Tudo Verdade da plataforma de filmes Looke. Veja abaixo o debate com os diretores de “Os Arrependidos” realizado virtualmente para o É Tudo Verdade. Veja também: Danna Paola: Dublar Raya foi realização de um sonho assistir Danna Paola: Dublar Raya foi realização de um sonho Pipoca Moderna 0 comentários

Fonte: Terra




Comente







Posts Relacionados