Polícia Civil prende homem por posse irregular de arma de fogo e ameaça

24/08/2021 - 13:00 - Redação



A Polícia Civil, por meio da delegacia de Brasilândia prendeu nesta segunda-feira (23), o vigilante M.A.R., acusado de posse irregular de arma de fogo e de ameaçar a esposa. A vítima procurou a Delegacia de Polícia no início da tarde de ontem e registrou boletim de ocorrência de ameaça ocorrida durante uma discussão entre o casal, motivada por divergências na separação dos bens.

Posteriormente a vítima entrou em contato com a Delegacia informando ter recebido novas ameaças, desta vez por WhatsApp, nas quais o agressor prometia matá-la caso a encontrasse na propriedade rural onde residem quando voltasse do trabalho.  Diante dos fatos, uma equipe da Polícia Civil se deslocou até a propriedade rural e, em contato com a vítima, ela disse que o agressor possuía uma a espingarda, mas que já não via a arma há muito tempo.

No local os policiais encontraram cinco cartuchos para arma de fogo calibre .38 SPL. A equipe então retornou para a cidade e prendeu o agressor em flagrante, sem eu local de trabalho. Ele admitiu que possuía uma espingarda calibre 36 GA com um adaptador para uso de munição calibre .38 SPL e indicou aos policiais civis onde a arma estava escondida. A equipe retornou à propriedade rural e localizou a arma e cerca de 63 cartcuhos de calibre .38 SPL.

O agressor recebeu voz de prisão e permaneceu recolhido na carceragem da Delegacia de Polícia de Brasilândia. Embora se trate de arma de fogo de uso permitido, o Delegado de Polícia não arbitrou fiança ao suspeito por entender presentes os requisitos da prisão preventiva, como medida para prevenir a reiteração criminosa e para conferir proteção à vítima.

 





Posts Relacionados




Comente