Amazon comprará Target em 2018, prevê analista

02/01/2018 - 18:01 - Redação



Leia também: Com reação do comércio, abertura de lojas volta a ser positiva após 3 anos Site do Pão de Açúcar dá 50% de desconto na 2ª unidade de vinhos e espumantes Kim Kardashian ganha US$ 200 mil em ações no Natal: e você, quais papéis escolheria para presentear SÃO PAULO Depois da Whole Foods, a Amazon comprará a rede varejista Target ainda em 2018, de acordo com previsões do analista Gene Munster, da Loup Ventures – influente por suas análises em tecnologia há 21 anos. A previsão foi publicada em relatório de sua autoria sobre oito tendências em tecnologia para o ano. De acordo com Munster, co-fundador da Loup, empresa de capital de risco dedicada à realidade virtual e à inteligência artificial, existem dois motivos para que fazem da Target o parceiro off-line ideal para a Amazon: público comum e uma quantidade de lojas gerenciável, mas abrangente. Quanto à demografia, o foco da Target em mães é central para a Amazon em ganho de market share, continuou. No ano passado, a Amazon chocou o mercado ao adquirir a Whole Foods por US$ 13,7 bilhões. Para o analista, este é mais um sinal de que a incorporação da Target é questão de tempo. A aquisição das 470 lojas e os testes do conceito de Amazon Go no varejo evidenciam que a Amazon vê que o futuro do varejo como uma combinação majoritariamente on-line com algo em off-line. Em 2017, as ações da Amazon saltaram 56%. As da Target, por sua vez, viram queda de 10% no acumulado do ano. Segundo Munster, o valor estimado para a venda é de US$ 41 bilhões, um prêmio de 15% em relação ao valor atual da Target. No relatório, o analista também destacou que os números da participação de mercado sugerem que o acordo poderia ser aprovado pelos órgãos reguladores. A rede WalMart continuaria tendo uma fatia de mercado maior que a da combinação Amazon-Target.  Com Bloomberg (Hadrian / Shutterstock.com)

Fonte: InfoMoney





Posts Relacionados




Comente